quarta-feira, 4 de março de 2009

Tradição de cigarras - Natal- Hai Kai

As cigarras cantam.
Pinheiros e galhos secos.
Os pseudos coretos.

4 comentários:

beatriz disse...

esse vc ainda não tinha falado para mim....te amo....parabéns

JULIO CARVALHO disse...

“Os poetas não são azuis nem nada, como pensam alguns supersticiosos, nem sujeitos a ataques súbitos de levitação. O de que eles mais gostam é estar em silêncio - um silêncio que subjaz a quaisquer escapes motorísticos e declamatórios. Um silêncio... Este impoluível silêncio em que escrevo e em que tu me lês. “
PEQUENO ESCLARECIMENTO - Mario Quintana - A vaca e o hipogrifo

Brontops Baruq disse...

As cigarras se agarram
Por que não me agarra?

rs

Bjk

Brontops

Nanete Neves disse...

Ah, a poeta voltou e em grande forma! Ops, na pequena (grande) forma de hai kai